.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

ZÉ ELIAS DECLARA APOIO AO NOME DE DIDA DE NAN

O primeiro a usar a tribuna da Câmara de Vereadores nesta tarde, o vereador Zé Elias Filho, declarou apoia o nome do colega Dida de Nan, como o nome a ser indicado para vice na chapa do prefeito Edson Vieira para as eleições deste ano.

Com a declaração de apoio a Dida de Nan o vereador Zé Elias antecipa sua opinião e mostra que o assunto está sendo afunilado dentro do partido de situação.

Zé Elias tem interesse direto na indicação do colega vereador para a majoritária, já que herdaria a base eleitoral do distrito de Poço Fundo, reduto político de Dida de Nam.

Foto ASSESSORIA DA CÂMARA 
ACIDENTE ONDE UM CAVALO ENTRA PELO PARA-BRISA DE UMA AMBULÂNCIA
O motorista de uma ambulância sobreviveu após um cavalo entrar pelo para-brisa do veículo em um acidente na BA-290, no município de Medeiros Neto, localizado no extremo sul da Bahia. 
 
Apenas as patas traseiras do animal, que morreu com a colisão, ficaram pelo lado de fora do veículo. 
 
O condutor do carro só sofreu escoriações leves. O motorista, que tem 29 anos, conversou com o G1  um dia após o acidente, e falou sobre o susto.

''Susto muito grande, estou vivo graças a Deus''

G1
Grave acidente envolvendo caminhão e carro de passeio deixa um ferido na PE-90
Na tarde desta quarta-feira (04), mais um grave acidente foi registrado na PE-90, mais precisamente no trecho que liga as cidades de Vertentes e Surubim.
20160504120024
De acordo com as informações, o acidente envolveu um caminhão e um carro de passeio (modelo Saveiro, de cor prata e placas KID-5354), que bateram quase que de frente.
 
O jovem ferido, identificado até o momento como “Hebert do Buffet” ficou preso às ferragens, mas está consciente.
Ainda de acordo com as informações, uma equipe do Samu e dos bombeiros foram acionadas, sendo esta última para cortar o veículo e facilitar o trabalho de remoção.
Hebert não teve ferimentos graves, foi socorrido e conduzido a uma unidade hospitalar. A motivação do acidente não foi informada. 
O local onde aconteceu o acidente é batizado de “Ponte da Morte”, devido à grande ocorrência de acidentes fatais.

Ney Lima
Vigia é executado a tiros em Santa Cruz do Capibaribe-PE
Na noite desta quarta-feira (04) um vigia noturno foi assassinado a tiros na Clementino Fernandes de Moura, bairro Novo em Santa Cruz do Capibaribe-PE.
 
Segundo informações a vítima foi Geildo Bento Alves, mais conhecido por “Picuí” (36 anos) e o mesmo se encontrava em uma calçada ao lado de sua moto, quando dois elementos desconhecidos chegaram em outra moto, sendo que o garupa desceu e efetuou cerca de cinco disparos, que atingiu a vítima com três deles na nuca, um no peito e outro no rosto.
 
A vítima residia no loteamento Gavião e não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) em Caruaru-PE.

OBS: Um vídeo mostra o momento exato da execução e conta com imagens fortes.
                       


Ney Lima
Ministro do STF afasta Eduardo Cunha do mandato na Câmara
Oficial de Justiça foi à residência do presidente da Câmara pela manhã.
Decisão liminar acolheu pedido da Procuradoria-Geral da República.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato, determinou o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do mandato de deputado federal e, consequentemente, da presidência da Casa. A decisão de Teori é liminar (provisória).


Um oficial de Justiça foi à residência oficial do presidente da Câmara logo no início da manhã para entregar a notificação para Cunha.

O ministro Teori concedeu a liminar em ação pedida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em dezembro, que argumentou que Cunha estava atrapalhando as investigações da Lava Jato, na qual o deputado é réu em uma ação e investigado em vários procedimentos. Para a tarde desta quinta, está marcada uma sessão no plenário do STF para discutir outra ação sobre Cunha, apresentada pela Rede. O partido pede que Cunha seja afastado da presidência da Câmara.


Segundo o ministro, a medida visa neutralizar os riscos apontados por Janot no pedido de afastamento de Cunha. Quem assume a presidência da Câmara agora é o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), vice-presidente da Casa e aliado de Cunha.

Apesar da suspensão do mandato, Cunha mantém os direitos de parlamentar, como o foro privilegiado. Teori destacou que a Constituição assegura ao Congresso Nacional a decisão sobre a perda definitiva do cargo de um parlamentar, mesmo que ele tenha sido condenado pela Justiça sem mais direito a recursos.

Procurado pelo G1, Eduardo Cunha ainda não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem. .A assessoria de imprensa da Presidência da Câmara informou que ele recebeu a notificação.

Ao pedir o afastamento de Cunha, em dezembro, o procurador-geral apontou motivos para afirmar que o deputado usou o cargo para "destruir provas, pressionar testemunhas, intimidar vítimas ou obstruir as investigações de qualquer modo".

Em seu despacho, Teori explica que a decisão foi tomada quase cinco meses após o pedido porque foi preciso colher a defesa de Cunha. Ponderou, no entanto, que a medida não significa um “juízo de culpa” nem como “veredicto de condenação”.

Ao final da decisão, diz que, embora o afastamento não esteja previsto especificamente na Constituição, se faz necessário neste caso específico.

“Decide-se aqui uma situação extraordinária, excepcional e, por isso, pontual e individualizada”, escreveu o ministro. Ele destacou ainda que o "imponderável legitima avanços civilizatórios" endossados pela Justiça.

“Mesmo que não haja previsão específica, com assento constitucional, a respeito do afastamento, pela jurisdição criminal, de parlamentares do exercício de seu mandato, ou a imposição de afastamento do Presidente da Câmara dos Deputados quando o seu ocupante venha a ser processado criminalmente, está demonstrado que, no caso, ambas se fazem claramente devidas. A medida postulada é, portanto, necessária, adequada e suficiente para neutralizar os riscos descritos pelo Procurador-Geral da República”, escreveu o ministro.

Pedido de Janot
Veja quais foram os pontos listados por Janot para afastamento de Cunha:

1- Eduardo Cunha fez uso de requerimentos para pressionar pagamento de propina do empresário Júlio Camargo e o grupo Mitsui. Já havia casos de requerimento para pressionar dirigentes de empresas de petróleo

2 - Eduardo Cunha estava por trás de requerimentos e convocações feitas a fim de pressionar donos do grupo Schahin com apoio do doleiro Lúcio Funaro. Depoimentos de Salim Schahin confirmam isso. Lúcio Funaro pagou parte de carros em nome da empresa C3 Produções Artísticas, que pertence à família de Cunha

3 - Eduardo Cunha atuou para convocar a advogada Beatriz Catta Preta na CPI da Petrobras para “intimidar quem ousou contrariar seus interesses”

4 - Eduardo Cunha atuou para contratação da empresa de espionagem Kroll pela CPI da Petrobras, “empresa de investigação financeira com atuação controvertida no Brasil"

5 - Eduardo Cunha usou a CPI para convocação de parentes de Alberto Youssef, como forma de pressão

6 - Eduardo Cunha abusou do poder com a finalidade de mudar a lei impedir que um delator corrija o depoimento

7 - Eduardo Cunha mostrou que retalia quem o contraria com a demissão do diretor de informática da Câmara, Luiz Eira

8 - Eduardo Cunha usou cargo de deputado para receber vantagens indevidas para aprovar parte de medida provisória de interesse do banco BTG

9 - Eduardo Cunha fez "manobras espúrias" para evitar investigação na Câmara com obstrução da pauta com intuito de se beneficiar

10 - Eduardo Cunha fez ameaças ao deputado Fausto Pinato (PRB-SP), ex-relator do processo de cassação no Conselho de Ética da Câmara

11 - Eduardo Cunha teria voltado a reiterar ameaças a Fausto Pinato

OAB
Em nota, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, disse que a entidade "comemora a decisão liminar concedida pelo ministro Teori Zavaski".

"O Pleno da OAB (instância máxima de decisão da entidade, formada por 81 conselheiros, recomenda o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara desde fevereiro por entender que o deputado usa o cargo para atrapalhar o trabalho dos órgãos e instituições incumbidos de investigá-lo. O afastamento determinado pelo ministro Teori Zavascki contribui para o bom e correto funcionamento dessas instituições", afirmou Lamachia na nota.

Carga de cano PVC avaliada em R$ 70 mil é recuperada e suspeito é preso.Com o suspeito ainda foram encontradas notas fiscais dos produtos, diz Bepi.

Material roubado entre PE e AL foi encontrado em São Joaquim do Monte.

Uma carga roubada de cano PVC avaliada em R$ 70 mil foi recuperada na noite da terça-feira (3) em São Joaquim do Monte, Agreste de Pernambuco. De acordo com o Batalhão Especializado em Policiamento do Interior (Bepi), o material estava na casa de um homem de 36 anos - que foi preso.

Ainda segundo o Bepi, a carga foi roubada na divisa entre os estados de Pernambuco e Alagoas. Com o suspeito também foram encontradas notas fiscais dos produtos, conforme informou o Batalhão Especializado.

Tanto o material quanto o suspeito foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Bezerros. O homem foi encaminhado para a Cadeia de São Joaquim do Monte.

Do g1 Caruaru
PIMENTA: CASSAÇÃO DE CUNHA DEVE SER NUM DOMINGO TRANSMITIDA PELA GLOBO

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) sugeriu nesta terça (3) que a votação de cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB) siga o mesmo rito definido para votação do golpe do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff; "Quero propor que a sessão seja num domingo, e que o Eduardo Cunha refaça o acordo com a Rede Globo para suspender todas as rodadas do futebol no país. Vamos marcar para um domingo, porque o Brasil inteiro que assistir a sessão que vai cassar o Eduardo Cunha”, defendeu

247 - O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) levantou uma questão de ordem na sessão desta terça-feira (3) para propor o rito dos processos de cassação contra chefes de Poder.

Pimenta sugeriu que a votação de cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB) siga o mesmo rito definido para votação do golpe do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

"Quero propor que a sessão seja num domingo, e que o Eduardo Cunha refaça o acordo com a Rede Globo para suspender todas as rodadas do futebol no país. Vamos marcar para um domingo, porque o Brasil inteiro que assistir a sessão que vai cassar o Eduardo Cunha”, cobrou Pimenta.

Postado por Jairo Gomes
“Quando critiquei, critiquei com razão. Tinha fundamentos para isso”, diz Lero em referência ao governo Evilásio Araújo
Foto: Thonny Hill.
Com foco nas eleições do próximo mês de outubro em Santa Cruz do Capibaribe e Região, o entrevistado desta semana é o vice-prefeito e pré-candidato em Taquaritinga do Norte, Ivanildo Lero (PR).

Mantendo a intenção de ser o próximo gestor da Dália da Serra, Lero está rompido com o prefeito Evilásio Araújo (PSB). O atual gestor apoia, na cidade, o empresário Gena Lins (PSB), para sua sucessão.

Após se afastar do gestor, no início do segundo mandato, o vice-prefeito fez uma série de críticas quanto à administração. No entanto, considera todas merecedoras.

“Estou para elogiar quando tiver boas ações, mas também para reivindicar e cobrar quando as coisas não estiverem acontecendo”, diz.

Lero sustenta que o nome principal do grupo denominado ‘Calabar’ deve sair de uma pesquisa de opinião pública, e afirma que não está impondo candidatura. Além disso, fala das possibilidades de reatar os políticos com o prefeito.
Prefeito de Caruaru é alvo do MPPE por supostos atos de improbidade administrativa
Foto: Blog do Mário Flávio – arquivo
Foi divulgado nesta quarta-feira (04) que o prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT) se tornou, mais uma vez, alvo do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

De acordo com as informações, o MPPE ajuizou uma ação civil pública contra o prefeito, afirmando que o mesmo cometeu supostos atos de improbidade administrativa, com base em auditorias feitas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Entre as supostas irregularidades estão gastos acima do limite com o funcionalismo, fato que, segundo a denúncia, comprometeu 56,26% da receita, quando o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal é de 54%, além da suposta contratação irregular de cerca de 5 mil funcionários temporários.

De acordo com a assessoria do MPPE, a denúncia pede o ressarcimento do dano aos cofres públicos, o pagamento de multa por parte do prefeito, a perda do cargo e a suspensão dos direitos políticos, além da proibição de contratar com o Poder Público.

O prefeito não se pronunciou sobre o caso até o momento. O prefeito já havia sido multado pelo mesmo TCE em R$ 15 mil em janeiro deste ano, mas a decisão cabia recurso. A alegação da multa seria os mesmos motivos apontados agora pelo MPPE.

A ação civil pública foi elaborada pelos promotores de Justiça Maviael Souza, Alice Morais, Aline Laranjeira, Bianca Stella Barroso, Mário Gomes de Barros e Vanessa Cavalcanti (que compõem a Comissão de Defesa do Patrimônio Público do MPPE) e ajuizada pelo promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Caruaru, Marcus Tieppo.
Segundo promotora eleitoral, Michel Temer é ficha-suja e está inelegível pelos próximos oito anos 
Após o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) condenar o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) por ter doado dinheiro a campanhas acima do limite legal em 2014, a promotora de Justiça Eleitoral, Claudia Ferreira Mac Dowell, informou, nesta quinta-feira (05), que com a condenação Temer tornou-se ficha-suja e está inelegível pelos próximos oito anos. 

Na terça-feira (03), o plenário do TRE-SP negou recurso do Ministério Público Eleitoral (MPE), que queria aumentar para R$ 160 mil a multa aplicada no final do ano passado contra Temer por ele ter feito doações ilegais. Em votação unânime, o Tribunal manteve a decisão anterior, de 2015, que havia fixado em R$ 80 mil o valor dessa multa. 

A sanção não impede que Temer assuma a presidência em eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff, destaca Claudia Ferreira. “Ele é inelegível, isso significa apenas que ele não pode ser candidato. Mas o mandato que ele tem ele conquistou legitimamente. Ele não pode se candidatar mais, mas poderá votar”, disse Claudia. A promotora afirmou que a única possibilidade de Temer não assumir a presidência é se o TSE cassar a candidatura da chapa Dilma/Temer. “A candidatura da chapa está sendo questionada no TSE. Essa é a única possibilidade de ele não poder assumir.”

O vice pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, para deixar de pagar a multa, mas ele já está inelegível, no entendimento da promotora, já que Tribunal negou o recurso e manteve o valor anterior, Temer caiu na Lei da Ficha Limpa, que prevê a inelegibilidade de políticos condenados por um juiz ou por órgãos colegiados.
Sucessor de Eduardo Cunha na Presidência da Câmara também é investigado. Doleiro Alberto Youssef acusou Waldir Maranhão (PP-MA) de receber dinheiro da GFD. POR O GLOBO


O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, durante sessão da votação do impeachment - Antônio Augusto/Câmara dos Deputados (17-04-2016)

BRASÍLIA - Com o afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da Presidência da Câmara por conta da denúncia por corrupção e lavagem, quem assume o comando da Casa é seu vice, um deputado pouco conhecido, do baixo clero, cuja situação não é muito melhor. Trata-se de Waldir Maranhão (PP-MA), um dos 32 integrantes do PP investigados na operação Lava-Jato.

Waldir Maranhão foi eleito vice-presidente da Câmara em fevereiro do ano passado, com o apoio de Cunha. Se herdar o principal posto na Casa, tornando-se também o segundo homem na linha sucessória da Presidência da República.

Maranhão foi apontado pelo doleiro Alberto Youssef, condenado por lavagem de dinheiro e investigado por outros crimes na Lava-Jato, como um dos deputados que recebeu dinheiro por meio da empresa GFD, usada pelo doleiro para distribuir propina a políticos.

Além de investigado na mesma operação que Eduardo Cunha, Waldir Maranhão também é alvo de outros dois inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal (STF) em que é acusado de crimes de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos ou valores.


quarta-feira, 4 de maio de 2016

GATI do 24° BPM apreende pedras de crack, maconha e arma de fogo com 5 pessoas; em Santa Cruz do Capibaribe


No final da tarde desta última Terça-feira (03), policiais militares doGATI do 24° BPM (Batalhão de Polícia Militar) apresentaram ao plantão da 17° DESEC, cinco pessoas com pedras de crack, maconha e arma de fogo, todos apreendidos no Bairro Arco Verde; em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco.

Segundo informações da Polícia Militar, o efetivo realizava rondas rotineiras nas proximidades do Bairro Arcoverde, quando em determinado momento receberam informações de que, elementos estariam traficando drogas às margens do rio Capibaribe, naquele mesmo bairro. De posse dessas informações, os policiais militares seguiram ao local indicado, fizeram um cerco na localidade informada e constataram a veracidade da denúncia.

No referido local, foi abordado a pessoa de Adilson Gonçalves dos Santos, vulgo “Dilsim", de 19 anos, com ele foi encontrado 15 pedras de crack e 3 cartuchos de calibre 12 (intactos) e quando questionado sobre a arma, o mesmo levou os policias até o local que teria escondido a referida arma; uma espingarda calibre 12. Na ocasião, foi constatado também que o "Dilsim" responde um processo pelo crime de homicídio tentado.

Junto com o primeiro envolvido estava Marcos Vinicius da Silva Santos, vulgo "Macumbeiro", de 21 anos, com este foi encontrado 49 pedras de crack, 06 trouxinha de maconha e R$ 29,00 reais em espécie. Ainda foram abordados dois elementos e uma mulher, sendo Ericles Cicero de Lima, vulgo “Mago”, de 19 anos,Gilsania Medeiros Cavalcante, vulgo “Gil”, de 30 anos e um menor de 16 anos de idade, com eles foram encontrada uma trouxinha de maconha e nove pés de maconha plantados em um balde.

Diante dos fatos, todos os envolvidos foram conduzidos e apresentados ao delegado de plantão da 17° DESEC em Santa Cruz do Capibaribe, onde em desfavor de Gilsania e Ericles foi lavrado T.C.O. (Termo Circunstanciado de Ocorrência), contra o menor um B.O.C. Já Adilson e Marcos, foram autuados em flagrante delito pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas; sendo recolhidos ao mini-presídio da capital da Sulanca.

Blog do J. Lídio
Toyota de Mané da sinuca foi tomada de assalto na PE-145 em Rita Vênus, zona rural de Caruaru. O veículo estava carregado de mercadoria. O motorista e sua esposa foram feitos reféns

Não param de acontecer assaltos aos comerciantes do Brejo da Madre de Deus e região na PE-145 na conhecida subida do Pai André e também nas lombadas de Rita Vênus, na zona rural de Caruaru. 

A vítima desta vez foi o comerciante brejense Mané da sinuca que teve sua Toyota cabine dupla carregada de mercadoria, levada por bandidos fortemente armados.

De acordo com informações repassadas ao Blog Estação Notícias, por volta das 13hs da segunda-feira (02), o motorista de Mané retornava de Caruaru com a Toyota carregada de mercadoria para abastecer a mercearia.

 No momento em que passava por Rita Vênus um veículo de passeio não identificado alcançou a Toyota na terceira lombada, um dos ocupantes apontou uma espingarda calibre 12 na direção do motorista e anunciou o assalto.
Ainda segundo informações, eram três assaltantes, um deles assumiu a direção da Toyota e os outros dois elementos colocaram no veículo menor o motorista Jonata Alves de 24 anos e sua esposa Aline, que tinha ido com ele para Caruaru. 

Os elementos entraram em uma estrada de terra próxima ao Parque Milanny e soltaram o casal, que tiveram todos os pertences levados, até mesmo os chinelos. Em seguida os bandidos fugiram em sentido ignorado.

Assustados os jovens conseguiram pedir ajuda em uma residência e chegaram até a BR-104, onde pegaram uma Toyota que fazia a lotação, e foram para uma distribuidora que fica “nos Guararapes” em Caruaru. De lá conseguiram falar com o proprietário e relatar o ocorrido. Apesar do susto o casal passa bem.

Estimasse que o valor da mercadoria que foi levada junto com a Toyota ultrapasse os R$ 10 mil reais. O veículo e a mercadoria ainda não foram encontrados.


Do Estação Notícias

Ex-prefeito de Quipapá é condenado a pagar R$ 460 mil por contratar shows


Ele deve ressarcir R$ 345 mil aos cofres públicos e pagar multa de R$ 115 mil.
Justiça Federal condenou ex-gestor após o MPF apontar irregularidades.

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Quipapá, Reginaldo Machado Dias, e o proprietário de uma empresa de eventos a pagar R$ 460 mil, por causa de irregularidades na contratação de artistas para a festa de emancipação do município na Mata Sul pernambucana, em 2008.

De acordo com a assessoria de comunicação do Ministério Público Federal (MPF), eles devem ressarcir os cofres públicos no valor de R$ 345 mil. "A sentença determinou ainda o pagamento de multa no valor de R$ 115 mil, por cada um dos condenados, acrescido de juros e correção monetária", conforme informou a assessoria do MPF.

O G1 tentou conseguir um posicionamento do ex-prefeito e do empresário, mas não conseguiu entrar em contato com eles.

Ainda segundo a assessoria do MPF, as irregularidades apontadas foram: a contratação da empresa de eventos sem licitação e a utilização irregular de recursos provenientes do Ministério do Turismo.

A Justiça ainda aplicou ao ex-gestor e ao empresário as penas de "suspensão dos direitos políticos por cinco anos, proibição de contratar com o poder público também por cinco anos e perda de funções públicas que eventualmente estejam ocupando".

Do G1 Caruaru
Silvio Costa afirma que antecipação das eleições presidenciais é inconstitucional 
O deputado federal Sílvio Costa (PTdoB-PE), vice líder do governo na Câmara Federal, declarou nesta terça-feira (03) que a proposta de antecipação das eleições presidenciais para outubro deste ano, que estaria em estudo no Palácio do Planalto, não tem a menor chance de passar no Congresso por ser explicitamente inconstitucional. 

Para o pernambucano, que se destacou pela defesa do governo Dilma Rousseff (PT) na Câmara Federal, onde se colocou contra a admissibilidade do processo de Impeachment da governante, só seria possível antecipar as eleições se a chapa Dilma-Temer for cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral até 31 de dezembro deste ano, ou se ambos morrerem ou renunciarem aos seus mandatos.

Blog Direto ao Ponto